POR QUE OS PROFISSIONAIS DE SAÚDE SÃO CONSIDERADOS VULNERÁVEIS?

• A carga horária elevada de trabalho na assistência a pessoas infectadas, a iminência e/ou altas ocorrências de óbitos de pacientes e colegas, as ameaças à própria vida, tendem acarretar ansiedade, estresse e síndrome de burnout.
• O medo diante da possibilidade de transmissão do vírus aos familiares, especialmente pessoas idosas, são fatores para a emergência de instabilidade e fragilidade emocional.
• A restrição na disponibilidade de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), as altas taxas de transmissão do vírus geram altos níveis de angústia.